Ex-presidente Lula

Em artigo publicado no jornal Folha de São Paulo o ex-presidente Lula e o ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Machado Rezende defendem investimentos maciços em Ciência e Tecnologia para que o Brasil possa voltar a se desenvolver.

         “Nenhum país conseguiu se desenvolver plenamente sem implantar políticas de Estado para educação, para ciência e tecnologia (C&T). A educação é porta de acesso a empregos de melhor qualidade e com maior remuneração, amplia oportunidades e possibilita um desenvolvimento econômico mais equânime”, dizem.

         Eles também ressaltaram que o domínio em larga escala de Ciência e Tecnologia é fundamental para tornar as empresas nacionais competitivas globalmente. Com isso, podem aumentar a riqueza e fortalecer a soberania dos países e usam a China como exemplo, que investiu pesado em C&T.

China é bom exemplo

China é exemplo de que investimento em educação e tecnologia gera riqueza

“Na virada do século, o país investia US$ 40 bilhões em C&T, enquanto os investimentos nos Estados Unidos eram de US$ 300 bilhões. A China implantou uma política de Estado para desenvolver a ciência, no âmbito de um superministério, e hoje investe mais de US$ 400 bilhões em C&T”, lembram.

         Ainda sobre a China, Lula e Rezende falam sobre o extenso parque industrial, com programas de interação e sistema de pesquisa. “Exemplo bem conhecido é o da tecnologia 5G para comunicação digital, que ela desenvolveu antes das potências industriais. Dessa forma, o PIB do país, que na virada do século era de US$ 1,2 trilhão, o sexto do mundo, hoje passa de US$ 15 trilhões, só atrás dos EUA”.

Deixe uma resposta