Se a eleição presidencial fosse nesta sexta-feira (14/01) o presidente Lula chegaria ao segundo turno com 44% dos votos, impondo uma diferença de 20% sobre o total de votos do presidente Jair Bolsonaro, o segundo colocado, que ficaria com 24%. Lula também poderia fechar a fatura no primeiro turno e tornar-se presidente da República pela terceira vez ainda no dia 2 de outubro deste ano, dia do primeiro turno da eleição, haja vista a margem de erro de 3,2% da pesquisa Ipespe, divulgada nesta sexta-feira.

        O Ipespe entrevistou 1.000 nos dias 10,11 e 12 de janeiro de 2022.

        Caso houvesse segundo turno, Lula derrotaria Bolsonaro por 56% a 31%. O petista também derrotaria os possíveis candidatos Sergio Moro, Ciro Gomes e João Doria.

        Em um dos possíveis cenários de primeiro turno, Lula ficaria com 44%, Bolsonaro 24%, Sergio Moro 9%, Ciro 7%, João Doria 2%, Simone Tebet 1%, Rodrigo Pacheco 1% e Felipe D’Ávila 1%.

Deixe uma resposta