O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou os ataques desta segunda-feira,17/01, ao Aeroporto Internacional de Abu Dhabi e à área industrial vizinha de Musaffah, nos Emirados Árabes Unidos.  Segundo agências de notícias, as explosões deixaram três mortos. O ato foi reivindicado pelos combatentes houthis, envolvidos no conflito no Iêmen, que fizeram explodir três caminhões de combustíveis.

Contenção  

            Em nota emitida pelo seu porta-voz, o líder das Nações Unidas destaca que ataques às populações e infraestruturas civis são proibidos pelo Direito Internacional Humanitário.

            O apelo feito a todas as partes é que limitem os conflitos e evitem a escalada da violência em meio ao aumento das tensões na região. Guterres ressalta ainda que não há solução militar para o conflito no Iêmen.  

            Por meio de seu enviado especial para o Iêmen, Hans Grundberg, o secretário-geral da ONU pediu engajamento construtivo e sem exigências para avançar o processo político em busca de um acordo abrangente pelo fim dos confrontos. 

            Relatos das agências de notícias destacam que explosões ocorridas em três caminhões de combustível causaram um incêndio próximo das instalações do aeroporto. 

Deixe uma resposta