Não é sem motivos que políticos de Estados nordestinos brigam para receber a “benção” do ex-presidente Lula sobre suas candidaturas. Pesquisa do Instituto Opnus, contratada pelo Grupo Metropole, para levantar intenções de votos para o governo da Bahia, realizada entre os dias 19 a 22 deste mês de janeiro, demonstra claramente o peso do apoio de Lula na região.

        Em um cenário, sem o apoio de Lula, o candidato do PT Jaques Wagner seria derrotado por ACM Neto (DEM). ACM Neto ficaria com 52% dos votos contra 29% do senador Jaques Wagner. Mas quando o entrevistador informa ao entrevistado que Jaques Wagner é o candidato de Lula a história muda totalmente e o candidato petista passa a vencer ACM Neto por 46% a 33%.

        O levantamento foi realizado entre os dias 19 a 22 de janeiro deste ano. No total, foram ouvidas 1.500 pessoas por telefone. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais (para mais ou para menos).

Deixe uma resposta