A possibilidade de eleição do ex-presidente Lula (PT), para seu terceiro mandado como presidente do Brasil pode estar por trás da forte entrada de capital estrangeiro na Bovespa em janeiro, que levou o Ibovespa à maior alta mensal desde dezembro de 2020. Esta é a análise de dois respeitados gestores de fundos do país, Rogério Xavier, da SPX Capital, e Luis Stuhlberger, da Verde Asset.

         Xavier afirmou que o investidor estrangeiro vê Lula, que lidera pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais de 2022, com melhores olhos do que em relação ao presidente Jair Bolsonaro.

         “A percepção do investidor (estrangeiro), e aqui não estou entrando em preferências eleitorais ou candidaturas, em relação ao Lula contra Bolsonaro. As pessoas preferem o Lula”, disse ele.   “Investidor estrangeiro vê o Brasil com uma perspectiva de melhora com o Lula assumindo o país”, disse Xavier durante evento online do Credit Suisse. “As pessoas gostam do Lula aqui fora e elas não gostam do Bolsonaro. É um fato isso”, acrescentou ele, que diz viver mais no exterior do que no Brasil.

         Segundo dados da B3, o fluxo estrangeiro na bolsa foi positivo em 30,6 bilhões de reais em janeiro até dia 28, o que seria o melhor em pelo menos um ano.

Deixe uma resposta