O PT abriu mão da candidatura ao governo de Pernambuco para apoiar o nome indicado pelo PSB no estado. Com a decisão, fica superado um dos obstáculos para a adesão dos socialistas à candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto.

         Nesta quinta-feira (03/02), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), se encontrou em São Paulo com o ex-presidente Lula para comunicar que o candidato de seu partido será o deputado federal Danilo Cabral. Com o acerto, o PT deve abrir mão de lançar o senador Humberto Costa e entrará na chapa com o candidato ao Senado, que deverá ser a deputada federal Marília Araes ou o também deputado federal Carlos Veras.

         O próprio ex-presidente Lula já havia dado sinais públicos desse acerto. Em entrevista a sites de linha editorial de esquerda, em janeiro, Lula disse que o PSB tinha o direito de lançar candidato em Pernambuco. “Se o PSB definir candidato, Humberto Costa está fora”, disse Lula.          Nos últimos dias, Lula vem acelerando o fechamento de pontos que até então estavam travando o avanço não só da aliança PT/PSB, mas também com PSOL e apoio do MDB, Rede entre outros partidos. Agora com o PSB, restam dois obstáculos a serem superados: as chapas que concorrerão aos governos de São Paulo e do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta