Líderes de partidos de esquerda devem fazer um ato em Brasília na próxima quarta-feira (16/02) para oficializar a abertura das negociações e apresentação de pauta para aliança e apoio à candidatura do ex-presidente Lula (PT), a partir do 1º turno da eleição presidencial deste ano.

         “Vamos lançar na quarta-feira a plataforma do programa que vamos apresentar à campanha de Lula. Queremos fazer reunião com os partidos para apresentar ponto a ponto e para que isso seja adotado como agenda única da esquerda”, afirmou Guilherme Boulos (PSOL) ao jornal Folha de São Paulo.

         Boulos, o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros e a deputada federal Talíria Petrone (PSOL/RJ) formam a comissão do PSOL para tratar das negociações com o PT e demais partidos de esquerda na formação de aliança em torno do ex-presidente petista. A composição da comissão foi oficializada em reunião da executiva nacional do PSOL nesta sexta-feira.

         No encontro, foram estabelecidos os temas que deverão ser levados à mesa de discussão com o PT. O PSOL defende que o programa de governo de Lula encampe principalmente três pontos de uma agenda de esquerda: revogação do teto de gastos e de reformas promulgadas nos governos Michel Temer (MDB) e Bolsonaro (PL). Políticas ambientais e a implementação de uma reforma tributária.

Deixe uma resposta