O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) notificou a empresa Claro/NET por conta dos apagões de internet ocorridos em Manaus. Nesta terça-feira, 15/02, e no sábado passado, 12/02, diversos pontos da capital amazonense ficaram sem o serviço. 

No documento, o Procon-AM pede que a empresa responda o número de consumidores afetados pela falta de internet e como será feito o abatimento ao fim do mês do valor correspondente ao período em que o serviço foi interrompido. 

A Claro/NET tem, no máximo, dez dias corridos para apresentar resposta. Caso não haja retorno ou se ele for considerado insatisfatório, a empresa poderá ser multada. 

“A falta de internet prejudica diretamente a população, que depende do serviço para trabalhar, estudar e até mesmo para o seu lazer. O Procon-AM está atento às demandas dos consumidores e segue trabalhando para garantir os seus direitos”, afirma o diretor-presidente do órgão, Jalil Fraxe.

Deixe uma resposta