O grupo Prerrogativas (Prerrô), formado por advogados, juízes e promotores, lançou neste sábado (19/02/22), em uma live, um manifesto que busca alavancar a candidatura do ex-presidente Lula (PT), em vista a eleger o petista no 1º turno na eleição presidencial de outubro. A live contou com a presença do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), do ex-senador Cristovam Buarque e a empresária Rosângela Lyra, ex-CEO da Dior.

Na avaliação do Prerrô, a eleição presidencial deste ano deve ser encarada pelos brasileiros como um plebiscito da gestão de Jair Bolsonaro.

 “Muitos de nós fomos e ainda somos críticos, discordamos de fatos ocorridos e posições tomadas por ele (Lula) no passado, mas estamos olhando para o futuro, e não há dúvida que a história está fazendo Lula representar a alternativa que o Brasil deve abraçar neste plebiscito de 2022“, diz o manifesto.

“Estamos vivendo um momento dramático na história nacional. Pela primeira vez em 200 anos de Brasil como nação independente, vivendo sob a égide de um governo fascista e tudo o que representa o fascismos, com todos os males que o fascismo e suas variantes trouxeram pelo mundo . Seja na sua principal expressão do nazismo alemão, passando pelo salazarismo português, franquismo espanhol. Estamos vivendo no Brasil esse momento. Os fascismos e suas variantes são os regimes da morte”, afirmou o senador Randolfe Rodrigues. “Devemos chegar nessa eleição, já no 1º turno, como se fosse um plebiscito entre Bolsonaro e o resto democrático que tem muitas diferenças de encaminhamento, mas que tem um compromisso com a democracia. E com todas as minhas críticas que tenho ao Lula e ao PT, eles têm”, disse o ex-senador Cristovam Buarque.

Deixe uma resposta