Após reunião promovida pela Setorial de Direito Animal do PT nesta segunda-feira (14/03), a ativista e apresentadora de TV Luisa Mell declarou apoio ao ex-presidente Lula (PT) na disputa à Presidência da República. O encontro aconteceu em celebração ao Dia Nacional dos Direitos Animais, reuniu representantes de associações de defensores dos pets.

“A Proteção dos animais é fundamental para nossa existência na terra e para uma sociedade justa, ética e sustentável, mas a causa foi deixada de lado nos últimos anos. Essa é a última década para determinar o futuro da humanidade. Só um líder corajoso, revolucionário e consciente pode salvar o futuro da humanidade. Eu acredito que seja o senhor”, disse a atriz e ativista do direito animal Luísa Mell dirigindo-se a Lula.

O ex-presidente petista ressaltou a importância de as questões apresentadas pelos ativistas do direito animal se transformarem em pautas nacionais fortes, capazes de convencer a sociedade a se engajar para que haja mudanças. Ele falou da importância de se colocar o tema no currículo escolar, por exemplo, e afirmou que mudanças de comportamento às vezes não se dão em um mandato, mas em uma geração. Daí a importância de começar pela educação ambiental.

“A gente tem uma caminhada. Um governo, embora não possa fazer tudo, tem que ter uma porta aberta para fazer o que tem que ser feito”, disse destacando também a importância de a sociedade eleger parlamentares que compartilhem as mesmas ideias e alertando, ainda, para a necessidade de relação civilizada entre os entes federados para divisão de responsabilidade sobre as questões ambientais.

No encontro, os presentes apresentaram demandas como criação de uma Secretaria Nacional de Direito Animal, a implementação de um programa permanente de esterilização de cães e gatos, a substituição da tração animal por veículos alternativos, a implementação do SUS e do Samu animal, o fim da pesca e da caça esportiva, o estímulo à alimentação vegetariana e o combate ao tráfico de animais silvestres, entre outros.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, destacou a importância de institucionalizar o debate sobre direito animal para que as questões possam se transformar em políticas públicas num eventual novo governo do PT. “Uma sociedade verdadeiramente justa tem que considerar os animais como companheiros de jornada”, afirmou.

Resistência é Embaixadora Canina

Ao lado de Janja, Lula levou para o encontro as cachorras Paris e Resistência, criadas pelo casal. Adotada pela vigília que acompanhou os 580 dias de prisão de Lula em Curitiba, a cadela Resistência foi dada de presente a Lula e ganhou no encontro o certificado de “Embaixadora Canina de Adoção Animal”.

Deixe uma resposta