Durante entrevista à rádio Conexão 98 FM do Estado do Tocantins, o ex-presidente Lula (PT) externou seu desejo de voltar a percorrer o Brasil após o lançamento de sua candidatura no dia 7 de maio. Na entrevista, Lula também falou sobre as possibilidades de vencer a próxima eleição presidencial.

“Eu estou acostumado a participar de eleições. Já perdi muitas eleições. Já ganhei muitas eleições. Não me encanto nem me entristeço com pesquisas. Eu tenho um trabalho a fazer. Acho que nós temos todas as condições de vencer as eleições pelo histórico do que nós fizemos neste país durante o tempo quando governamos. Pela qualidade de vida que foi oferecida ao povo brasileiro”, disse Lula ao ser questionado sobre relatório da consultoria de riscos políticos Eurasia Group, que coloca o petista com a probabilidade de 70% de ser o próximo presidente da República.

“Eu estou muito otimista. Teremos o lançamento da minha pré-candidatura no dia 7 de maio aqui em São Paulo e depois pretendo percorrer o Brasil. Eu não quero ficar fazendo live. Eu quero percorrer o Brasil. Quero abraçar, quero beijar, quero cumprimentar o povo de cada estado brasileiro, porque é esta conexão química de seres humanos que vai fazer com que o povo decida pra quem votar em 2 de outubro . Eu estou convencido de que seremos merecedores da confiança do povo brasileiro”, afirmou o ex-presidente petista.

País precisa de paz

Na tarde desta terça-feira, Lula repercutiu nas redes sociais parte de sua entrevista à rádio Conexão 98 FM de Tocantins.

“O país precisa de paz, de alguém que faça uma discussão madura, sobre desenvolvimento, sobre emprego, futuro. Não de um presidente que não conversa com ninguém”.

“O Brasil não tem necessidade de estar com preços (de combustíveis) vinculados ao dólar. Em 2008, com a crise financeira mundial, o barril do petróleo chegou a 147 dólares, mas o litro da gasolina no Brasil custou apenas R$ 2. Lá fora foi um tsunami, aqui uma marolinha”.

“No tempo em que eu era presidente não aumentamos o preço do gás na Petrobras. O gás de cozinha precisa entrar na cesta básica”.

“Só o emprego dará à família brasileira dignidade. Não há nada mais sagrado do que você trabalhar e com o suor do seu sangue levar para casa o sustento da sua família. Quando fui presidente, geramos 22 milhões de empregos com carteira assinada e a Previdência era superavitária”, ponderou Lula no Twitter.

Deixe uma resposta