Uma nova pesquisa do instituto Ideia, em parceria com a revista Exame, divulgada nesta sexta-feira (22.04.22) derruba a narrativa de que o ex-presidente Lula estaria perdendo votos. Apesar de ser um levantamento capenga da Exame/Ideia, por que foi realizado por telefone, Lula cresce e vence todos candidatos no 2º turno.

No cenário sem a candidatura do ex-juiz Sergio Moro, Lula cresceu 2% e atingiu 43% e Bolsonaro chegou a 34%. Lula está, segundo a pesquisa, 9% à frente de Jair Bolsonaro. Mas certamente essa diferença é bem maior, porque, como exposto acima, os levantamentos por telefone, do ponto de vista científico, são considerados pouco confiáveis, porque não atingem grande parte da sociedade, principalmente os mais pobres que não possuem telefone (quando possuem nem sempre estão ativos por falta de crédito etc…). Nessa camada social, todas as pesquisas feitas de forma presencial dão a Lula larga vantagem sobre Bolsonaro.

A bem da verdade, a nova pesquisa não traz nada de novo, além do fato ex-presidente petista ganhar 2% em cenário sem Sergio Moro. Bolsonaro faturou 4%. Mas isso já era esperado.

No segundo turno, Lula vence Bolsonaro por 48% a 39%.

A sondagem ouviu 1.500 pessoas entre os dias 15 e 20 de abril. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02495/2022.

Deixe uma resposta