A demissão do marqueteiro Augusto Fonseca, anunciada nesta quinta-feira (21/04) pela direção do PT, reacendeu a disputa pelo comando da comunicação na campanha de Lula e também fez os vídeos feitos para a pré-campanha do ex-presidente petista viralizar na web. Foram dois vídeos: Lula-Já e Lulei.

A agência de Fonseca, a MPB, foi escolhida em fevereiro, em uma concorrência da qual participaram outras três empresas: Leiaute, Corbellini e Paulo de Tarso. 

O material produzidos pelo marqueteiro trazia dois clipes reforçando os slogans “Lula Já”e “Lulei”, para tentar atrair eleitores que não votaram em Haddad em 2018 e se arrependeram. 

Deixe uma resposta