O PT (Partido dos Trabalhadores) vai lançar oficialmente no sábado (07.05.22) a candidatura do ex-presidente Lula à Presidência da República. O evento será em recinto fechado em São Paulo, a partir das 10 horas da manhã e a ideia do PT é fazer o lançamento em clima do movimento Diretas-Já, quando os brasileiros foram às ruas (1983- 1984) pedindo o fim da ditadura militar e voto direto para presidente da República. Chico Buarque e Gilberto Gil já confirmaram presença.

Para o evento estão sendo esperados cerca de 4.000 convidados e Lula deve fazer um pronunciamento à nação falando sobre a importância da próxima eleição, principalmente sobre a necessidade da escolha entre a democracia, representada pela frente ampla de partidos e lideranças partidárias que se juntaram ao seu redor e o autoritarismo, as ameaças golpistas de Bolsonaro. No aspecto social, Lula sustentará a opção pelos mais pobres em eventual nova gestão frente à Presidência da República.

Para o evento, o PT iniciou grande mobilização nacional. Quer sentir a força dos comitês populares.

“O dia tão esperado pelo povo brasileiro que está cansado de tanto retrocesso, com fome e sem emprego, está  perto de chegar. Sábado, dia 7, Lula lança oficialmente sua pré-candidatura à Presidência da República”.

“Os Comitês Populares de Luta já se preparam para mobilizar a sociedade para o evento de lançamento, que será transmitido ao vivo pela TVPT”, dia a nota do Partido dos Trabalhadores.

Veja algumas orientações do PT para o sábado

  • A primeira coisa é reservar na agenda o dia 7 de maio.
  • Organize uma festa na sua casa, na casa do vizinho, no clube, na praça ou em qualquer lugar! O importante é reunir o máximo de pessoas e contar que Lula é pré-candidato à Presidência da República.
  • Promova um almoço, um café da manhã, um lanche comunitário, uma roda de samba, roda de viola, sarau e qualquer evento cultural.
  • Também vale montar um telão na praça e acompanhar a transmissão ao vivo do evento. A transmissão vai rolar em todos os canais do PT

Deixe uma resposta