A revista norte-americana TIME, uma das mais importantes publicações do mundo, publica longa entrevista com o ex-presidente Lula (PT) a quem classifica em sua capa como mais popular do Brasil.

“O segundo ato de Lula. Líder mais popular do Brasil busca retorno à presidência”, diz a manchete de capa, e prossegue em sua contextualização jornalística: “O presidente mais popular do Brasil retorna do exílio político com a promessa de salvar a nação”, em referência à sua prisão em Curitiba, que tirou o petista da disputa pela Presidência da República em 2018.

“A volta de Luiz Inácio Lula da Silva à linha de frente da política foi uma bomba para o Brasil”, diz a revista em referência ao restabelecimento dos direitos políticos de Lula pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

“Lula, que lançará oficialmente sua pré-candidatura no dia 7 de maio, promete levar o Brasil de volta aos bons tempos da sua (2003-2010), que ele encerrou com taxa de aprovação de 83%. Isso implicaria reviver uma economia debilitada, salvar uma democracia ameaçada e recuperar uma nação marcada pela segunda maior taxa mundial de mortalidade à Covid-19 em dois anos de gestão caótica da pandemia. Até o momento, as promessas estão surtindo efeito: Lula aparece nas pesquisas com 45% das intenções de voto, contra 31% de Bolsonaro”.

Lula no ato de 1º de maio de 2022


Veja um trecho da entrevista da TIME

Quando o Supremo Federal restaurou seus direitos políticos no ano passado, você já, segundo a mídia brasileira, se preparando para uma vida mais tranquila, fora da política. Você decidiu voltar à política quando isso aconteceu?

“Eu na verdade nunca desisti da política. A política está em cada célula minha, a política está no meu sangue, está na minha cabeça. Porque o problema não é a política simplesmente, o problema é a causa que te leva à política. E eu tenho uma causa”.

“Há uma espera que eu volte a presidir o país porque as pessoas têm lembranças do tempo em que eu fui presidente”. 

“O americano tem um jogador, que aliás é muito bem casado com uma brasileira que é modelo, e que é o melhor jogador do mundo há tempo. A cada jogo a torcida faz com que ele jogue melhor do que no jogo anterior. No caso da Presidência é a mesma coisa. Só tem sentido que eu acredito na Presidência da República. Eu acredito que eu sou capaz de fazer mais e melhor do que eu já fiz”, afirma Lula na entrevista concedia em março deste ano.

Deixe uma resposta